Descoberta nova espécie de verme, no Japão


Arhynchite hayaoi
Arhynchite hayaoi
Arhynchite hayaoi: única foto divulgada 
Crédito: Teruaki Nishikawa

A nova espécie Arhynchite hayaoi foi descoberta em uma planície arenosa de Hachi-no-Higata, no mar interno de Seto, Japão. O animal é de uma cor rosa-vermelho, e o seu comprimento do corpo atinge cerca de 10 cm no total.

A descoberta foi descrita na revista ZooKeys, nesta semana. A espécie possui as características peculiares do filo Echiura (Equiúros), que são encontrados em todos os oceanos e em todas as profundidades, desde a zona intertidal até às fossas abissais. Eles são animais marinhos bentônicos, com protôstomio anterior linguiforme, geralmente de tamanho prodigioso, que podem se enrolar formando uma goteira em forma de colher.

Muitas espécies, como Thalassema, Urechis e Ikeda, ocupam galerias em forma de U na areia e no lodo; outras vivem em fendas de rochas e corais.
Animais deste filo variam de aproximadamente 1cm  (Lissomyema) a mais de 50cm (Urechis) de tamanho (comprimento do tronco). A maioria vive em águas rasas, mas alguns vivem a grandes profundidades oceânicas. Já foram descritas aproximadamente 150 espécies de equiúros, e sabe-se que eles podem ser importantes na dietas de alguns peixes.

"Hachi-no-Higata" é o local onde a espécie foi descoberta.
Crédito: Masaatsu Tanaka
Os sexos são separados em equiúros e, em Bonelliidae, o dimorfismo sexual é muito pronunciado. Os gametas são liberados na água do mar onde ocorre a fertilização. O desenvolvimento é indireto.

A reprodução de Bonellia difere de todos os equiúros. Um macho anão, com o corpo diminuto e ciliado habita permanentemente o saco genital ímpar da fêmea.

Anteriormente confundida com uma espécie diferente, o Arhynchite hayaoi costumava ser abundante e muito recolhido para ser usada como isca de peixe no mar interno de Seto, no Japão. Porém, agora que ela foi reconhecida, perceberam que sua população parece estar em declínio.
______________________________________________________________________
Fonte: Tanaka M, Nishikawa T (2013) Uma nova espécie do gênero Arhynchite (Annelida, Equiuros) do Japão, anteriormente referidos como Thalassema owstoni Ikeda, 1904 ZooKeys 312:. 13-21, doi: 10.3897/zookeys.312.5456 .

0 comentários:

Postar um comentário