História da Citologia (Resumo)

OS PRIMÓRDIOS DA CITOLOGIA

Curso online de Biologia Celular

“A história da Citologia (do grego kytos, célula e logos, estudo) começou com a invenção do microscópio, a qual é atribuída a Hans Janssen e a seu filho Zacharias Janssen, dois holandeses fabricantes de óculos que viveram no século XVI. Eles descobriram que duas lentes, montadas apropriadamente em um tubo, tinham a capacidade de ampliar as imagens, permitindo a observação de objetos pequenos, invisíveis a olho nu. Não há registro, porém, de que os Janssen tenham usado seu aparelho com finalidades científicas.

Zacharias Janssen (1580-1638)

O primeiro pesquisador a registrar cuidadosamente suas observações microscópicas foi o holandês Antonie van Leeuwenhoek. Usando microscópios de sua própria construção, dotados de uma única lente, Leeuwenhoek observou e relatou as formas e o comportamento dos microorganismos, sendo por isso considerado o pai da Microbiologia.

Antonie van Leeuwenhoek (1632-1723) / Réplica do microscópio inventado por Leeuwenhoek

A descoberta da célula é creditada ao inglês Robert Hooke (1635-1703). Entre as diversas observações que realizou, Hooke estudou finíssimas fatias de cortiça. Ao observar a cortiça em um microscópio de duas lentes, Hooke observou sua estrutura porosa, descrevendo-a nos seguintes termos: ‘(...) Pude perceber, com extraordinária clareza, que a cortiça é toda perfurada e porosa, assemelhando-se muito, quanto a isto, a um favo de mel. Além disso, esses poros, ou células, não são muito fundos, e lembram pequenas caixas. (...)’.

Robert Hooke (1635-1703) / Células vegetais observadas por Hooke

Os inúmeros estudos microscópicos realizados após a descoberta das células permitiram que, no final da década de 1830, dois cientistas alemães, Mathias Schleiden e Theodor Schwann formulassem a Teoria Celular.

Mathias Schleiden (1804-1881). / Theodor Schwann (1810-1882)

As ideias a respeito da Teoria Celular foram resumidas por Schwann da seguinte forma: “as partes elementares dos tecidos são células, semelhantes no geral, mas diferentes em forma e função. Pode ser considerado certo que a célula é a mola-mestra universal do desenvolvimento e está presente em cada tipo de organismo. A essência da vida é a formação da célula’.”

Curso online de Biologia Celular

Referências:
*Os trecho foram retirados do capítulo “O desenvolvimento da Citologia”, do livro “Biologia das Células” de José Mariano Amabis e Gilberto Rodrigues Martho.


0 comentários:

Postar um comentário